DNVGL.com.br

Qual é a cultura de segurança de alimentos da sua empresa?

tomato

Contate-nos

Precisa de mais informações?

Entre em Contato

Os consumidores confiam em você para mantê-los seguros. Uma cultura de segurança empresarial madura torna os alimentos mais seguros. Com a toolbox da DNV, você pode iniciar uma jornada bem-sucedida.

Em um estudo da DNV no ano passado, um terço dos participantes disse que a falta de uma cultura de segurança dos alimentos representava uma grave ameaça à segurança dos alimentos. O risco operacional ainda é a principal preocupação, exigindo um forte sistema de gestão da segurança dos alimentos, por exemplo. Com o custo das doenças transmitidas por alimentos nos EUA superando US$ 15,6 bilhões a cada ano, é necessário fazer mais. Globalmente, 600 milhões de pessoas – quase uma em cada 10 pessoas em todo o mundo – ficam doentes e cerca de 420.000 morrem, de acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde).

O que é uma cultura de segurança dos alimentos?

Uma cultura é construída a partir das atitudes, valores e crenças de segurança dos alimentos compartilhados por um grupo de pessoas. A combinação determina o compromisso e a força da gestão da segurança dos alimentos da sua organização. A sua cultura de segurança dos alimentos reflete “como você trabalha para garantir a segurança dos alimentos por aqui!”. Os princípios da cultura de segurança se aplicam a qualquer empresa que tenha operações com riscos consideráveis. Utilizando a ampla experiência com outras indústrias de alto risco, a nossa toolbox é adaptada para as empresas de alimentos e bebidas para ajudar a prevenir surtos, recalls e outros problemas de segurança dos alimentos.

Quais os benefícios para a minha empresa e os meus consumidores?

Foi comprovado em outras indústrias de alto risco que uma cultura da segurança madura:

  • Reduz os níveis de incidentes e acidentes;
  • Ajuda a tranquilizar as partes interessadas e a força de trabalho de que a saúde e a segurança são uma prioridade;
  • Melhora a conscientização dos funcionários e o envolvimento com a segurança;
  • Aumenta a confiança de que as iniciativas de segurança existentes são as áreas corretas de foco;
  • Permite que a direção foque as iniciativas de segurança nos locais e departamentos corretos;
  • Permite compreender melhor (rastrear) se as iniciativas de segurança foram bem-sucedidas;
  • Suporta um retorno sobre o investimento para as iniciativas de segurança e os orçamentos de segurança.

Como isso se encaixa no meu sistema de gestão da segurança de alimentos?

Um programa de cultura de segurança dos alimentos complementa um forte sistema de gestão da segurança dos alimentos (SGSA). Manter como alvo as atitudes, crenças e comportamentos das pessoas pode ajudá-lo a obter mais do seu SGSA. Um SGSA forte é fundamental, fornecendo a base necessária para gerenciar os riscos, manter uma abordagem estruturada e melhorar continuamente. Uma cultura de segurança dos alimentos madura pode ser a próxima etapa lógica, focando no elemento humano, para fortalecer ainda mais os seus esforços da segurança dos alimentos.

Por onde começar?

A cultura de segurança dos alimentos exige tempo, esforço e diligência contínuos para ser construída. Propomos uma abordagem multifacetada para avaliar, monitorar e melhorar continuamente a sua jornada:

  1. Autoavaliação;
  2. Revisão da autoavaliação;
  3. Avaliação completa;
  4. Aumento contínuo da maturidade;
  5. Engajamento proativo;
  6. Reavaliação e melhoria contínua.

Faça nossa demonstração de autoavaliação

  1. Faça a pesquisa de auto-avaliação online. Clique aqui para fornecer as suas respostas honestas sobre as 5 dimensões do modelo GFSI (Global Food Safety Initiative): visão & missão, pessoas, consistência, adaptabilidade e percepção de risco.
  2. Todos os dados são coletados e analisados pela equipe da DNV. Peça que um representante da DNV mostre a você o painel analítico!
  3. Para concluir o primeiro estágio na nossa toolbox, você obtém um relatório de maturidade para a sua empresa e sites selecionados, reunindo todos os dados. Clique aqui para ver um exemplo.

Quais atributos a toolbox da DNV ajuda a avaliar e considerar?

A toolbox da cultura de segurança dos alimentos é dividida em 7 atributos principais. Ela pode ser adaptada a qualquer protocolo de Cultura de Segurança dos Alimentos, como o modelo GFSI.

  • Liderança.
  • Conhecimento organizacional e comunicação.
  • Encorajamento.
  • Condições e ambiente de trabalho.
  • Disciplina operacional.
  • Trabalho em equipe e cuidado mútuo.
  • Identificação e percepção de risco.

A equipe da DNV trabalha com você e inclui especialistas em comportamento e segurança dos alimentos. Nossos auditores possuem grande experiência em uma ampla gama de indústrias em todo o mundo, utilizando um conjunto de ferramentas e técnicas desenvolvidas para lidar com os riscos.

A avaliação final analisa os seus níveis de maturidade, expressos como um grau. Uma percepção com os aspectos positivos é compartilhada, bem como com as oportunidades de melhoria para cada um dos atributos. Com uma conclusão geral e uma compreensão da maturidade de cada departamento, você pode comparar e medir o seu progresso mais facilmente.

Veja o nosso flyer do Programa de Cultura da Segurança dos Alimentos

Clique aqui para acessar nosso flyer.


Voltar para a página inicial

Contate-nos

Precisa de mais informações?

Entre em Contato

Assuntos relacionados: